Observatório do Ensino do Direito

Observatório do Ensino do Direito

O Projeto

O Observatório do Ensino do Direito é um projeto permanente do Núcleo de Metodologia de Ensino da FGV DIREITO SP. Ele foi concebido em 2013 e engloba pesquisas sobre a realidade do ensino jurídico brasileiro, baseadas principalmente em dados sobre os docentes, os discentes e as instituições, nos níveis de graduação e pós-graduação.

Relatórios

Um dos produtos do Observatório é a elaboração de relatórios feitos a partir de dados produzidos por órgãos públicos, como o Ministério da Educação, por meio do INEP, da Comissão de Valores Mobiliários, do IBGE, dentre outros.

Os primeiros relatórios lidaram com a questão dos docentes e das instituições envolvidas nos cursos jurídicos. Os dados foram obtidos a partir do Censo Nacional da Educação Superior, por meio de um trabalho de consolidação das informações referentes apenas aos cursos jurídicos.

Nossos objetivos

O projeto objetiva enriquecer o debate acadêmico e a tomada de decisões políticas na área do ensino jurídico, por meio de uma série de ações que buscam:

- sistematizar e analisar dados oficiais e não-oficiais sobre o ensino jurídico brasileiro;
- questionar o senso comum e afirmações não embasadas empiricamente;
- debater a situação do ensino jurídico e suas perspectivas futuras na mídia e nos meios acadêmicos;
- estimular o relacionamento entre instituições de ensino, órgãos governamentais e não governamentais em torno da discussão sobre o ensino do Direito;
- levantar novas questões e novos pontos para debate sobre aspectos dos cursos jurídicos, tais como metodologia de ensino, organização das instituições, dentre outros.

Conselho Científico

Embora seja executado pelo Núcleo de Metodologia da FGV DIREITO SP, o Observatório possui um Conselho Científico que participa das decisões acadêmicas sobre os rumos do projeto. Ele agrega professores de instituições de ensino de diversas partes do País, como CESUPA, FGV DIREITO RIO, UFMG, UFRJ, UFSC, UnB, UNICAMP, UniCEUB, UNIFOR, Universidade São Judas Tadeu e USP.

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância

                                                                                                                                                70 Anos FGV            FGV Notícias         FGV News