Cine Arte e o Direito

Film strip
Publicado em 07 dez. 2015. Última atualização em 07 dez. 2015
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE

Ementa: 

A atividade objetiva proporcionar ao grupo de alunos uma série de vivências relacionadas à aplicação do Direito no cotidiano escolar. Através da análise e discussão de filmes (curtas e longas), os alunos devem trabalhar as diferentes vertentes do Direito, no planejamento, desenvolvimento e na execução da atividade, aplicando a teoria nos mais variados contextos através das temáticas disciplinares abordadas em sala de aula.

Objetivo: 

- OBJETIVO GERAL: o uso do filme como um elemento lúdico e ao mesmo tempo didático visa a possibilitar aos indivíduos uma participação mais ativa e crítica no entendimento das bases teóricas do Direito e da Justiça. O principal objetivo da atividade é fazer com que as equipes de alunos, através de um trabalho colaborativo, vivenciem todas as atividades envolvidas e relacionadas ao estudo do Direito e da respectiva Legislação Educacional.

- OBJETIVO ESPECÍFICO: o projeto propõe discutir as situações apresentadas nos filmes exibidos, relacionando-as com as situações jurídicas de modo a ampliar o conhecimento das relações humanas, históricas e sociais no âmbito do Direito e, a partir delas, promover reflexões sobre Legislação Educacional e a aplicação da justiça. Além disso, ele funciona como um elemento de reflexão e de politização do indivíduo.

- HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS: escolha, pesquisa, negociação, escuta e entendimento e competências de leitura, interpretação de texto/video, oratória, trabalho em equipe, liderança, responsabilidade social, ética.

Dinâmica: 

- MÉTODO DE ENSINO: combinação de aula expositiva, filmes, leitura crítica e trabalho em grupo.

- PREPARAÇÃO: a professora realizou como preparação prévia: 1º Escolha dos filmes a serem trabalhados; 2º Verificação das situações que ocorrem no filme para levantamento e formulação das perguntas; 3º Análise das questões levantadas; 4º Divisão dos grupos e Distribuição das tarefas (Vide Anexo).

Os estudantes tiveram como preparação prévia: 1º Leitura de uma síntese do filme para conhecimento prévio; 2º Busca de outras informações sobre o filme como por exemplo, críticas, questões autorais, reportagens, etc.; 3º Busca por uma situação que envolvesse o direito a partir das situações observadas no filme escolhido; 4º Busca por subsídios teóricos e práticos nas fontes do Direito, relacionando-os com a situação escolhida e descrita no filme.

- INTRODUÇÃO DA DINÂMICA: a professora apresentou a lista de filmes para os estudantes e os dividiu em grupos de quatro alunos. Os alunos deveriam assistir aos filmes escolhidos e relacioná-los com as situações de seu cotidiano.

- DESENVOLVIMENTO DA DINÂMICA: divididos os grupos e escolhidos os filmes, os estudantes realizam pesquisa bibliográfica, buscando informações que sejam pertinentes à temática trabalhada e que visem a integrá-la ao contexto social. O trabalho foi desenvolvido em cima do estudo de caso, por meio do exame das diferentes características envoltas na produção (filmografia) relacionadas com os aspectos teóricos do Direito trabalhados em sala de aula. Os estudantes tiveram que problematizar as situações encontradas no filme escolhido. Após a definir a situação apresentada no filme o grupo deveria fazer uma descrição da situação apontando os aspectos jurídicos ali envolvidos, identificar na legislação ordinária quais aspectos podem ser retratados naquela situação, apresentar uma possível solução para o fato ocorrido e demonstrar, através de julgados, alternativas para a situação apresentada.

- TÉRMINO DA DINÂMICA: Uma vez elaborado o relatório com as proposições acima os grupos fizeram a apresentação em sala para os demais grupos, que faziam comentários. Após todos fazem uma análise de situação tentando verificar os pontos que não foram abordados. Ao todo, a dinâmica utilizou 3 encontros em sala e 3 fora de sala (Biblioteca, espaço educacional, casa etc). Mais detalhes podem ser encontrados no relato anexo.

- CUIDADOS COM A AULA: recomenda-se:

1º Buscar filmes que sejam conhecidos e vivenciados pelos alunos

2º Mostrar a inter-relação do Direito com o nosso dia-a-dia

3º Deixar a escolha do filme nas mãos dos alunos

4º Mostrar a importância do trabalho colaborativo

5º Permitir a participação de todos em todas as fases do processo

Avaliação: 

- Os critérios utilizados no processo avaliativo tem início com a escolha do filme a partir do desenvolvimento sumário integrador. Ou seja, do levantamento dos dados sobre o filme a ser analisado até a conclusão do trabalho com o debate. Vide critérios no documento anexo.

Observações: 

Um ponto importante a considerar e que quando falamos no uso do cinema para os alunos a maioria dos docentes entende que é uma simples discussão do enredo cinematográfico. Contudo, não utilizamos apenas filmes com cunho ou determinado aspecto jurídico – todo e qualquer filme, independente da sua narrativa e conteúdo, pode ser visto sob o prisma jurídico.

A atividade tem, também, caráter interdisciplinar e funciona como uma atividade de extensão tanto para os alunos quanto para os professores envolvidos. É uma atividade que ocorre a cada semestre e dentro das atividades de Verificação de Aprendizagem (VT). Por ser uma atividade com características específicas voltadas para a seara jurídica, é importante mostrar aos demais professores que tudo está relacionado à função coordenadora do Direito, visto que nem sempre o professor entende a importância do mesmo para a nossa vida em sociedade.

Detalhes da atividade

Nome: 

Cine Arte e o Direito

Instituição: 

Universidade Salgado de Oliveira – Universo BH

Área de concentração: 

  • Teoria do Direito
  • Outros: Direito Educacional

Disciplinas: 

Direito Educacional I e II – 2º período do curso de Pedagogia

Curso: 

  • Graduação
  • Pós-Graduação stricto sensu

Palavras-chave: 

  • Cinema
  • Cotidiano
  • Direito
  • Teoria e Jurisprudências

Número de alunos: 

De 30 a 35 alunos

Tempo de aplicação: 

12h

Edição: 

Guilherme Forma Klafke

Direitos autorais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Atividades Relacionadas

  • Jan Massys
    Crédito da imagem
    Imagem: "Le collecteur d'impôts", disponibilizado pelo usuário da Wikimedia Commons "Yelkrokoyade", autor: Jan Matsys,  sob as licenças GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html) ou CC BY-SA 3.0
  • Gavel
    Crédito da imagem
    Imagem: "My Trusty Gavel", 2009, disponibilizada pelo usuário do Flicker "Brian Turner", sob a licença Creative Commons BY 2.0
  • INCOR
    Crédito da imagem
    Imagem: "Instituto do coração do Hospital das Clínicas de São Paulo", disponibilizada pelo usuário do Wikimedia Commons "Maxpana3", sob a licença Creative Commons BY-SA 4.0 ou GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html)
  • Senado
    Crédito da imagem
    Imagem: "Senado2006", 2006, disponibilizada pelo usuário do Wikimedia Commons "Dantadd",  fotógrafo: Wilson Dias/Agência Brasil, sob a licença Creative Commons BY 3.0