Produção cinematográfica para direitos humanos

Publicado em 19 out. 2015. Última atualização em 10 nov. 2015
Descrição da atividade

Ementa: 

Atividade que enfoca o ensino e a implementação do uso de produção cinematográfica na realização de trabalhos acadêmicos sobre direitos humanos, para estudantes de Graduação e de Pós-Graduação em Direito e em outros cursos universitários.

Objetivo: 

- OBJETIVO GERAL: a atividade se insere no objetivo da disciplina como trabalho final mediante a realização de um filme como ficção ou documentário. Contribui no estudo, reflexão e apresentação de assuntos relacionados com temáticas de direitos humanos. Através da produção cinematográfica são incorporados novos métodos didáticos-pedagógicos no ensino do Direito e de outras áreas sociais já que esse método contribui a criar outras formas de produção acadêmico-científica no Direito, tão necessárias na atualidade, ao ampliar a possibilidade de usar os filmes produzidos pelos próprios estudantes como material didático, em salas de aula, conferências e congressos.
- OBJETIVO ESPECÍFICO: com essa atividade, os/as estudantes têm oportunidade de desenvolver seu contato com as artes visuais, com a música e a literatura, aprimoram a sensibilidade para temáticas de direitos humanos e fortalecem vínculos com outros colegas e aprendem a trabalhar em equipe com trabalhos empolgantes, profissionais e que, por sua vez, envolvem muita alegria e companheirismo entre eles. São repassados conhecimentos de técnicas de pré-edição de filmes (linguagem cinematográfica, elaboração dos personagens, história e argumento cinematográficos, elaboração de roteiro, story-board, planilhas e plantas de filme), edição de filmes (uso de cores e sons, uso das câmeras e iluminação, como filmar, realização de diálogos, etc.) e pós-edição de filmes.
Além disso, não existe ainda uma ampla aceitação para a apresentação de trabalhos acadêmicos-científicos no formato de filmes – de ficção e documentários - em Congressos e Seminários, tanto nacionais como internacionais, de autoria dos participantes; nesse sentido, os trabalhos finais das disciplinas dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação, especialmente em Direito, usam pouco – ou nada - essa metodologia; os trabalhos monográficos de final de Curso de Graduação e as defesas de Dissertações ou de Teses de Pós-Graduação raramente contam com esse recurso.
Nesse sentido, a sua progressiva implementação como metodologia de estudos acadêmico-científicos, constituiria uma rica contribuição na divulgação de material de pesquisa e dos resultados dos estudos acadêmico-científicos.
- HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS: são trabalhadas várias habilidades e competências, tais como a elaboração de uma história que possa ser filmada, a elaboração de argumento e de roteiro cinematográficos, uso de câmera em filmagens e pós-edição de filmes.

Dinâmica: 

- MÉTODO DE ENSINO: produção de filmes e documentários, por meio da qual os estudantes contextualizam seu aprendizado
- PREPARAÇÃO: 
- DINÂMICA: o processo de ensino se inicia com a apresentação da chamada “Metodologia de autoconhecimento para produção cinematográfica”, desenvolvida pela cineasta mexicana Carolina Rivas. Com essa metodologia os/as alunos/as aprendem a realizar filmes de forma profissional para a realização de seus trabalhos acadêmico-científicos, em cada uma das etapas de produção de um filme; aprendem a trabalhar em equipe já que o produto final dessa metodologia será a realização de um filme, pensado, elaborado, discutido, ambientado, protagonizado, musicalizado e editado pelos próprios estudantes. Sua aplicação tem um resultado muito importante para o bom desenvolvimento da experiência pois contribui com o desenvolvimento da criatividade artística e o resgate de sentimentos do subconsciente e de uma maior sensibilidade e poder sensorial. 
Os/As alunos/as têm um protagonismo direito na aplicação dessa metodologia, implementada a partir de aulas expositivas com explicação de técnicas de produção cinematográficas, projeção de partes de filmes com exemplos do conteúdo explicado e mediante a realização de exercícios (teóricos e práticos) por parte dos estudantes. Vale destacar que os/as estudantes têm oportunidade de desenvolver seu contato com as artes visuais, com a música e a literatura, aprimorar a sensibilidade para temáticas de direitos humanos e fortalecer vínculos com outros colegas e aprendem a trabalhar em equipe com trabalhos empolgantes, profissionais e que, por sua vez, envolvem muita alegria e companheirismo entre eles.
Ao longo do curso, os/as estudantes devem realizar vários exercícios e atividades nos quais serão desenvolvidos e aplicados os conhecimentos adquiridos, de forma gradativa; essas tarefas são analisadas e debatidas em sala de aula. Dado que os estudantes deverão realizar um filme ao final do Curso, essas tarefas são de fundamental importância para uma progressiva incorporação e aplicação dos conhecimentos sobre produção cinematográfica com o amadurecimento das ideias para conseguir a realização do filme com êxito e satisfação. Alguns exemplos de exercícios:
EXERCÍCIO 01. (individual): Metodologia para auto-conhecimento para produção cinematográfica:
1 – Escrever uma notícia autobiográfica que responda à pergunta: quê acontecimento tem realmente marcado minha vida? Qual foi o acontecimento que mais profundamente me comoveu? 
2 – Escrever sobre uma notícia nacional ou internacional e dar a minha opinião sobre o que me comove nessa história.
3 – Reescrever um conto, romance, poesia, música, etc. e organizar os eventos a partir do meu ponto de vista (apresentar o original e o reescrito).
4 - Descrever um som associado a uma emoção singular e que provoque uma influência secreta no meu estado de ânimo.
5 – Escolher uma fotografia pela impressão que ela me provoca, de maneira que possa criar uma história.
EXERCÍCIO 02. (individual): Elaborar uma “história que possa ser filmada”, em linguagem cinematográfica.
EXERCÍCIO 03. (em equipe): a partir da escolha de uma história, elaborar um argumento cinematográfico e a descrição dos personagens.
EXERCÍCIO 04. Recriar a ideia de “O regador regado” (com movimento de câmera, diferentes planos). Com uso de planilha (Número, tempo usado e qualidade da tomada, descrição de planos de filmagem, com movimentos de câmera e sem uso de zoom).

No último dia de aula da Disciplina na qual foi usada essa metodologia, cada uma das equipes em que foi dividida a turma apresenta seu filme para o resto da Turma. Foram momentos de muito orgulho para os realizadores dos filmes, integrantes dos grupos e de muita emoção e satisfação para todos e todas os/as presentes. Os grupos tiveram que apresentar o trabalho final da seguinte forma:
1 -  um DVD com o curto produzido pelo Grupo (entre 10 e 20 minutos), que inclua os créditos ao início e ao final do filme;
2 - uma pasta que deve conter: nome e matrícula de cada um dos integrantes do Grupo; a indicação da participação correspondente a cada um/a dos/as integrantes do Grupo nas diversas tarefas da produção cinematográfica, a saber:
1) elaboração do argumento cinematográfico;
2) descrição das biografias e das características dos personagens;
3) elaboração do roteiro cinematográfico (devem ser obedecidas rigorosamente as regras sobre elaboração de roteiro; 
4) elaboração de story-board e de distribuição espacial em cada uma das cenas (com a localização de personagens, móveis, objetos e câmeras em cada uma das cenas);
5) direção; 
6) ajudante de direção; 
7) outras funções técnicas (ex: técnico de som, eletricista, responsáveis pelo vestiário, pela maquiagem, responsável pela procura de objetos, móveis, etc. para o filme; 
8) atuação (indicar personagem e nome do integrante que o/a representou); 
9) responsável da pós-edição; 
10) outras tarefas.
- CUIDADOS COM A AULA: acompanhamento e incentivo constante por parte do/a docente responsável para o bom êxito das atividades.

Avaliação: 

- AVALIAÇÃO POR NOTA: os/as estudantes devem realizar diversas tarefas ao longo do Curso, para uma progressiva incorporação e aplicação dos conhecimentos sobre produção cinematográfica. Cada uma dessas tarefas é objeto de avaliação na disciplina correspondente e a menção final de cada aluno/a na Disciplina será resultado de seu desempenho na realização de cada um dos exercícios de produção cinematográfica e na contribuição na elaboração do filme da sua equipe. 

Observações: 

O material didático produzido por estudantes (tanto os filmes como os roteiros, story-boards, etc.) que já cursaram disciplinas com essa metodologia, é muito aproveitado por alunos de novas turmas que se iniciam na aprendizagem da metodologia. 
Os filmes produzidos pelos estudantes também são apresentados como material didático na apresentação de assuntos relativos aos direitos humanos.
Exemplos de filmes podem ser encontrados nos seguintes links:
- https://drive.google.com/file/d/0BwIRSXQC8JdKOVdKOEpKUjdDMmc/view?usp=sh...
- https://drive.google.com/file/d/0BwIRSXQC8JdKdTBVdUhEc1BQWjg/view?usp=sh...

 

Direitos autorais da imagem de capa:

Imagem: "The screen of Piccadilly Cinema in Perth, Western Australia", 2006, disponibilizado pelo usuário do Wikimedia Commons "Flickr_upload_bot" , fotógrafo: Rob Chandler, sob a licença Creative Commons BY 3.0.

Detalhes da atividade

Nome: 

Produção cinematográfica para direitos humanos

Instituição: 

Universidade de Brasília (UnB)

Área de concentração: 

  • Direitos Humanos
  • Sociologia Jurídica

Disciplinas: 

Graduação: Sociologia Jurídica; Prática e Atualização do Direito: Direitos humanos e produção cinematográfica.Pós-Graduação em Direito (Mestrado e Doutorado): Sociologia Jurídica II; Tópicos especiais.

Curso: 

  • Graduação e Pós-Graduação stricto sensu

Palavras-chave: 

  • Produção cinematográfica
  • Direitos humanos

Número de alunos: 

de 20 a 40

Tempo de aplicação: 

mais de 4h

Edição: 

Guilherme Forma Klafke

Direitos autorais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Atividades Relacionadas

  • Usina hidrelétrica
    Crédito da imagem
    Imagem: "Srisailam Dam with Crust Gates Open", 2007, disponibilizada no Wikimedia Commons pelo usuário "Chintohere", sob a licença de domínio público.
  • INCOR
    Crédito da imagem
    Imagem: "Instituto do coração do Hospital das Clínicas de São Paulo", disponibilizada pelo usuário do Wikimedia Commons "Maxpana3", sob a licença Creative Commons BY-SA 4.0 ou GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html)
  • Crédito da imagem
    Imagem: "Famille Rumpf", 1901, pintor: Lovis Corinth, disponibilizada pelo usuário do Wikimedia Commons "Dcoetzee", imagem em Domínio Público. 
  • Crédito da imagem
    Imagem: "Vista de Mogi das Cruzes a partir do Pico do Urubu", 2012, fotógrafo: Henrique Boney. Disponibilizado pelo próprio autor no Wikimedia Commons, sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0